Procedimentos e Ações de Retorno Parcial e Gradativo das Atividades

Prezada Comunidade Acadêmica,

 

Considerando a publicação do Decreto nº 630 de 1º de junho de 2020, do Governo do Estado de Santa Catarina, no que tange as atividades vinculadas à prática profissional e da autorização de retorno, a Faculdade Guilherme Guimbala informa a toda a comunidade acadêmica as medidas que serão aplicadas a partir desta segunda-feira, 22 de junho. O retorno, conforme orientação dos órgãos governamentais acontecerá de forma gradativa, parcial e, neste primeiro momento, apenas para as atividades práticas (estágios) no próprio Campus da Faculdade.
Ressaltamos que, para que tudo isso seja viabilizado, a Direção, juntamente com uma Comissão Instituída para Medidas de Prevenção, tem realizado reuniões periodicamente, além da criação de um Manual com procedimentos e orientações de retorno, além da realização de diversas ações no que se refere as normas de biossegurança, zelo e responsabilidade com nossos alunos, professores, funcionários e a comunidade atendida pela Faculdade Guilherme Guimbala.

Dos cinco cursos de graduação cada um terá um calendário de retorno individual, respeitando as suas especificidades, atividades e carga horária referente aos estágios.

 

Conheça algumas das ações para o retorno seguro e gradativo:

 

1. Fornecer gratuitamente exames de testagem rápida de forma gratuita para estagiários e professores/supervisores e técnico-administrativos, neste primeiro momento que estão retomando parcialmente suas atividades no Campus;

2. Criar estratégias de prevenir, orientar e bloquear a disseminação do vírus no Campus, por meio de criação de uma Barreira. Na portaria Principal, na entrada de pedestres, com aferição de temperatura de forma digital e sem contato físico, higienização de mãos e utensílios pessoais. Já a segunda portaria (lateral da biblioteca), a entrada será apenas para embarque e desembarque de pessoas com deficiência;

3. Disponibilizar todos os Equipamentos de Proteção Individual – EPI´s e de biossegurança necessários, em conformidade com os protocolos de Biossegurança das autoridades competentes para os alunos e Supervisores de Estágio de todos os Núcleos de Prática Profissional, bem como, para os colaboradores da instituição que estejam de retorno às atividades acadêmicas e garantir a disponibilidade de um estoque mínimo das quantidades necessárias para reposição desses equipamentos;

4. Disponibilizar e garantir que os EPI´s e demais produtos para uso individual como: máscaras, luvas e aventais descartáveis, álcool em gel e face shield, sejam suficientes e repostos nos locais de acesso da comunidade externa e para a comunidade interna;

5. Comunicar todas as normas e datas previamente à comunidade acadêmica e ações posteriores que correspondem as atividades de estágios;

6. Identificar a comunidade externa e interna que compõe o grupo de risco e adotar medidas que garantam a permanência do isolamento social visando a integridade da saúde desses e dos demais alunos, professores e pessoal técnico-administrativo e de todos os colaboradores diretos e indiretos da instituição.

7. Disponibilizar o descarte das máscaras, luvas, aventais/jalecos descartáveis e do lixo e dos materiais de paramentação e desparamentação na forma e em local apropriado, em conformidade com os protocolos de biossegurança.

8. Realizar a limpeza e higiene dos locais de estágio e/ou vinculados à prática profissional e de acesso aos mesmos (salas, corredores e demais acessos), bem como, do mobiliário acadêmico interno e externo (equipamentos, bancos, espaços externos de uso comum), tanto do pessoal técnico-administrativo, quanto da comunidade externa com periodicidade suficiente para evitar a proliferação e contágio pelo vírus.

 

Estamos confiantes que todas as ações até aqui discutidas, alinhadas e em fase de implantação à comunidade acadêmica são fundamentais para que tenhamos sucesso e êxito no retorno das nossas atividades práticas. Muito já investimos em bens e itens que garantam a segurança de todos, nesta primeira etapa mais de R$ 18 mil reais foram aplicados, na sua maioria na compra de EPIs e aquisição de exames de testagem para o Covid-19. Ressaltamos que somos a primeira Instituição de ensino Superior a realizar a testagem em parte do grupo, graça a uma parceria com um Laboratório da cidade.

 

Lembramos que os retornos às aulas devem seguir as normas descritas no decreto e também o planejamento do nosso calendário acadêmico anual, que prevê em julho o término do segundo bimestre de forma remota, o recesso escolar e o retorno das aulas presenciais, provavelmente para início do mês de agosto, conforme orientação dos órgãos governamentais ou em consonância com a situação atual do país frente à pandemia. As aulas deverão também iniciar de forma parcial e gradativa e segura, definidas e comunicadas previamente a toda a comunidade acadêmica e órgãos competentes.

 

Estamos juntos nesta luta contra o coronavírus e acreditamos que brevemente nos encontraremos. Fiquem bem.

Grande abraço!

 

Guilherme Guimbala Netto
Presidente da ACE – Diretor Geral da FGG